ESPECIALIZAÇÃO AVANÇADA PÓS-UNIVERSITÁRIA PREVENÇÃO DO RISCO E PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL - Da Clínica à Intervenção Comunitária
Partilhar

ESPECIALIZAÇÃO AVANÇADA PÓS-UNIVERSITÁRIA PREVENÇÃO DO RISCO E PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL - Da Clínica à Intervenção Comunitária

Especialização para Médicos

Parceria

undefined

Certificação

undefined

undefined

Instituto Membro

undefined

Porto -15 Abr. 2023- Inscrições abertas

Livestream / Online -15 Abr. 2023- Inscrições Abertas

INSCRIÇÕES PIONEIRAS - 18% de Desconto nas propinas: Porto até 01 Mar. 2023 / Livestream / Online até 01 Mar. 2023

(inscrições realizadas até 45 dias antes da data inicial da formação)

 

DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO: Porto: 05-04-2023 |  Livestream / Online: 05-04-2023

O que é o LIVESTREAM / ONLINE?

Trata-se de uma tecnologia que permite aos formandos do Instituto Português de Psicologia e Outras Ciências assistir EM DIRETO à formação a partir de qualquer ponto do país / do mundo.

Os alunos durante todo o curso da aula contam com o suporte personalizado do nosso apoio técnico.

Têm ainda a possibilidade de assistir até 25% das aulas, em regime presencial, sem custos adicionais.

ENSINO SUPERIOR

Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção do grau académico de mestrado ou de doutoramento, os estabelecimentos de ensino superior poderão após apreciação, creditar em ECTS (European Credits Transfer System) os cursos concluídos com aproveitamento, ministrados pelo INSPSIC (artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho).

Descrição

Coordenação Científica

Carla Rocha

Carla Rocha, Doutora

Doutorada em Psicologia Clínica e Psicobiologia pela Universidade de Santiago de Compostela; Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho; Licenciada em Psicologia pela Universidade do Porto. Pós graduada em Psicoterapia Cognitiva Narrativa; Diretora de Psicodrama; Especialista em Psicologia Clínica (pelo Ministério da Saúde), em Psicoterapia e Psicologia Comunitária pela OPP. Psicóloga Clínica e investigadora com 20 anos de experiência profissional em diferentes áreas de intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências. Nos últimos 10 anos dirigiu o seu trabalho para a área da Prevenção de CAD e da Promoção da Saúde. Atualmente exerce funções de Psicologia Clínica no Centro de Respostas Integradas do Porto Ocidental da DICAD da ARS; Norte, IP. É ainda Formadora e Supervisora Clínica do Instituto Português de Psicologia. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicodrama.

 

Coordenação Pedagógica

José Pinto Gouveia, Dr.

Director e Coordenador Pedagógico do Instituto Português de Psicologia. Psicólogo.

 

Mensagem da Coordenação Científica

Esta especialização foi desenhada de modo a permitir aos profissionais conceptualizar a sua intervenção numa perspectiva desenvolvimental, dotando-os de competências que os habilitem a trabalhar com crianças, jovens em risco e seus significativos em diferentes contextos. Atualmente os comportamentos de risco como a violência, o gaming excessivo, o gambling, comportamentos antissociais, o consumo de substâncias e outras dependências comportamentais, a indisciplina, etc, são uma realidade e importa dotar os profissionais de um quadro de referência e de estratégias de intervenção eficazes e atuais para fazer face aos desafios emergentes.

 

Objetivos gerais

Capacitar os profissionais na aplicação de intervenções de prevenção do risco e promoção da saúde psicológica baseadas em evidência científica;

Promover a criação de um quadro de referência teórico-prático relevante e atualizado de forma a responder eficazmente a crianças e jovens em risco

 

Objetivos específicos / Competências a desenvolver

Apoiar o desenvolvimento de projetos de avaliação-intervenção adequados à população-alvo e a contextos específicos;

Explicar os fundamentos científicos das intervenções preventivas, incluindo:

- As trajetórias de desenvolvimento e as influências de fatores pessoais e ambientais na vulnerabilidade e no risco,

- O papel dos fatores comportamentais e de desenvolvimento, tanto para direcionar as intervenções como para adaptar as mensagens e as estratégias de intervenção,

- Como aplicar teorias de mudança comportamental de base empírica,

- A importância da investigação para compreender a eficácia das intervenções;

Compreender os componentes essenciais da intervenção em diferentes contextos, tais como a família, a escola, o meio laboral, a comunidade, o ambiente e os meios de comunicação social;

Compreender o fenómeno dos comportamentos aditivos e o papel da prevenção como resposta;

Descrever a importância da fidelidade da implementação e da monitorização da realização de intervenções preventivas, bem como da aplicação de políticas de prevenção;

 

Metodologia de avaliação

Teste final

Para a conclusão do curso com aproveitamento, os formandos deverão ter uma assiduidade mínima de 75%.

 

Conteúdos, metodologias de formação e formas de organização

Metodologias expositivas, ativas e participativas.

Saídas Profissionais

Após a conclusão desta Especialização Avançada Pós-Universitária com aproveitamento, o aluno será capaz de exercer a sua profissão nos seguintes contextos, entre outros:

- Instituições Públicas e Privadas nos domínios da Saúde;

- Consultórios;

- Estabelecimentos de Ensino;

- Projetos Comunitários;

- Instituições Privadas de Solidariedade Social;

- ONG´s.

Plano Curricular

Módulo 1 - Uma prevenção eficaz

Perturbações do comportamento aditivo e dependências;

Epidemiologia e etiologia dos comportamentos de risco, o paradigma dos comportamentos aditivos;

O modelo etiológico;

Quadros desenvolvimentais de referência;

Necessidade de serviços de apoio compreensivos e interdisciplinares durante as fases de desenvolvimento;

 

Módulo 2 - Intervenções preventivas baseadas em evidência científica

Definições e princípios;

A ciência da prevenção;

Bases teóricas da prevenção;

Estrutura, conteúdo e realização das intervenções preventivas;

Os standards Internacionais sobre a Prevenção dos Comportamentos Aditivos e Dependências;

Os standards europeus de qualidade na prevenção;

Programas eficazes baseados em evidência científica;

 

Módulo 3 – Monitorização e Avaliação da intervenção

Avaliação e investigação dos programas de intervenção preventiva;

Sistema de avaliação e modelos de avaliação adaptados aos programas;

Tipos de modelos de investigação-ação;

Trabalhar com um investigador de avaliação – o modelo colaborativo;

Utilização de registos de programas de prevenção;

 

Módulo 4 - Abordagens de prevenção em diferentes contextos

 

Prevenção em contexto familiar:

Definições;

Tipos de intervenções em contexto familiar;

Programas baseados em evidência científica;

Desafios;

 

Prevenção em contexto educativo:

Prevenção em contexto escolar, do pré-escolar ao contexto universitário;

Definições;

Tipos de intervenções em contexto escolar;

Programas baseados em evidência científica;

Programas eficazes e adaptados à população portuguesa;

Como criar programas de prevenção e promoção da saúde psicológica;

Desafios;

 

Prevenção em contexto laboral:

Meio laboral e prevenção

Definições;

Tipos de intervenções em contexto escolar;

Desafios;

 

Prevenção ambiental:

O ambiente e as suas influências;

Definições;

Abordagens de prevenção ambiental nas escolas e nos meios laborais;

Políticas ambientais/populacionais em matéria de tabaco e álcool;

Estratégias em espaços recreativos;

 

Prevenção comunitária:

Definições;

Programas baseados em evidência científica;

Constituição de equipas comunitárias eficazes;

 

Prevenção baseada nos meios de comunicação Social:

A comunicação social e a prevenção;

Teorias envolvidas na influência da comunicação Social;

Evidência científica;

Como utilizar os meios de comunicação social no trabalho da prevenção;

 

Prevenção indicada:

Definições;

Avaliação individual do risco;

Modalidades de intervenção;

Desenvolvimento de competências na infância;

Abordagens psicoterapêuticas específicas com adolescentes;

Intervenção psicoterapêutica em contexto grupal;

Treino na abordagem motivacional e intervenções breves junto de adolescentes;

Multidisciplinariedade.

 

Módulo 5 - Advocacy e marketing social na prevenção

Estratégias de advocacy de causas

Como exercer advocacy

Obstáculos

 

Módulo 6 - Trabalhar em rede

Princípios

Objetivos

Níveis de intervenção

 

Módulo 7 - Avaliação e Reflexões finais

Corpo Docente

Carla Rocha

Carla Rocha, Doutora

Doutorada em Psicologia Clínica e Psicobiologia pela Universidade de Santiago de Compostela; Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho; Licenciada em Psicologia pela Universidade do Porto. Pós graduada em Psicoterapia Cognitiva Narrativa; Diretora de Psicodrama; Especialista em Psicologia Clínica (pelo Ministério da Saúde), em Psicoterapia e Psicologia Comunitária pela OPP. Psicóloga Clínica e investigadora com 20 anos de experiência profissional em diferentes áreas de intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências. Nos últimos 10 anos dirigiu o seu trabalho para a área da Prevenção de CAD e da Promoção da Saúde. Atualmente exerce funções de Psicologia Clínica no Centro de Respostas Integradas do Porto Ocidental da DICAD da ARS; Norte, IP. É ainda Formadora e Supervisora Clínica do Instituto Português de Psicologia. É membro da Sociedade Portuguesa de Psicodrama.

Elisardo Becoña Iglesias

Elisardo Becoña Iglesias, Professor

Professor Catedrático no Departamento de Psicologia Clínica e Psicobiologia da Faculdade de Psicologia da Universidade de Santiago de Compostela. Anteriormente coordenador do "Master en Drogodependencias de la Universidad de Santiago de Compostela". Preside a Unidade de Tabagismo e Transtornos Aditivos com o "Programa para dejar de fumar", por ele desenvolvido. O seu principal campo de actuação são os comportamentos aditivos (jogo patológico, cocaína, cannabis, novas tecnologias, tabagismo) e a prevenção das dependências. Entre os muitos livros, escritos ou coordenados por si, destacam-se: "Libro blanco sobre el tabaquismo en Espaqa" (1998), "Guía para la elección de los tratamientos psicológicos efectivos”, “Hacia una nueva psicología clínica" (2000), “Bases científicas de la prevención de las drogodependencias” (2002), “Programa para dejar de fumar” (2007), “Dependencia del tabaco, “Manual de casos clínicos” (2010), “Trastornos adictivos” (2015). Integra distintos projetos de investigação europeus, sendo membro de múltiplas organizações científicas no domínio das dependências.

Gizela de Sousa Cardoso Rendo

Gizela de Sousa Cardoso Rendo, Mestre

Licenciada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (1997); formadora certificada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua (2000); pós-graduada em Psicoterapia Cognitiva Narrativa (2001); Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho (2005); DEA do programa de Doutoramento em Psicologia Clínica e Psicobiologia da Universidade de Santiago de Compostela (2004); especialista em Psicologia Clínica pelo Ministério da Saúde (2006), a exercer funções na Divisão de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências – Centro de Respostas Integradas do Porto Ocidental (extinto Serviço de Prevenção e Tratamento da Toxicodependência, 1998); nos últimos anos integra a equipa de prevenção deste Centro, no âmbito da qual implementa programas de formação e de promoção de competências pessoais e sociais em contextos educativos; realiza consulta psicológica e psicoterapia junto de jovens e jovens adultos, entre outras; prática clínica em âmbito privado; especialista em Psicologia Clínica e da Saúde, Psicoterapia e Psicologia Comunitária pela Ordem dos Psicólogos.

Maria do Carmo Carvalho

Maria do Carmo Carvalho, Doutora

Tem licenciatura, mestrado e doutoramento em Psicologia pela Universidade do Porto e é membro da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialização em Psicologia Clínica (Especialidade Avançada de Psicologia da Justiça) desde 2016. É Professora Auxiliar na Faculdade de Educação e Psicologia da Católica.Porto onde leciona há vários anos sobre Psicologia Comunitária, Psicologia do Comportamento Desviante, Intervenção Psicológica em Comportamentos Aditivos, entre outros domínios. Das suas atividades de extensão comunitária fazem parte a supervisão técnica e científica a projectos de intervenção na área de redução de riscos e minimização de danos, especialmente com utilizadores problemáticos de drogas em situação de vulnerabilidade social. Coordena, desde 2012, a intervenção em emergência psicadélica que acontece no Boom Festival, assim como a investigação-acção associada a essa intervenção.

Ana Isabel Tavares, Doutora

Licenciada e Doutorada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Pós-graduada em Psicopatologia e em Psicoterapia Cognitiva Narrativa. Especialista pela Ordem dos Psicólogos Portugueses em Psicologia Clínica e da Saúde, Psicologia Comunitária, Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações. Especialista em Psicologia Clínica do Ministério da Saúde. Psicóloga Clínica na área dos Comportamentos Aditivos e Dependências a exercer na Divisão de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e Dependências da Administração Regional de Saúde do Norte, IP.

Membro da Sociedade Portuguesa de Psicologia Clínica. Certificada pelo Sistema de Certificação Profissional como formadora, Certificado nº EDF 10784/98. Certificação nº CCPFC/RFO – 33187/13 pelo Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua. Atividade Clínica de Adolescentes e Adultos, em prática clínica privada. Orientadora de estágios académicos do ramo da Psicologia Clínica. Membro de Júri de Mestrados. Coordenadora dos Projetos de Cooperação Transfronteiriça em matéria de Comportamentos Aditivos e Dependências Galiza-Norte de Portugal. Autoria e coautoria de vários artigos publicados em revistas científicas. Coautoria do livro “Trilhos – Programa de Desenvolvimento de Competências Pessoais e Sociais”, ISBN 978-972-93-45-69-2. Membro de Comissões Organizadoras de vários Congressos Científicos.

Ana Isabel Lage

Ana Isabel Lage, Mestre

Licenciada em Psicologia pela UP, Mestre em Psicologia Escolar pela U. Minho, e com o programa curricular de Doutoramento pelo ISCTE na área da Inteligência Emocional

Trabalhou em contextos comunitários, clínicos e educativos. Fundou e coordenou o Gabinete de Apoio ao Estudante do Politécnico do Porto entre 2002 e 2010 e foi docente convidada na ESE, ISCAP e ESHT. É co-autora do livro “Gestão de Conflitos em Sala de Aula. Um livro de ideias para pôr em prática”.

Atualmente faz clínica com crianças e adolescentes e implementa programas de formação nas áreas de comunicação, gestão de conflitos e liderança em contextos de escola e ambientes corporativos.

É membro da Direção Nacional da Ordem dos psicólogos Portugueses desde dezembro de 2020.

Ana Paula Ferreira

Ana Paula Ferreira, Professora

Licenciada em serviço Social desde 1991. Durante a sua atividade profissional exerceu funções como Técnica de Serviço Social no Plano Municipal de Prevenção primária da Toxicodependência na Cidade do Porto, foi Diretora Técnica da Associação der Solidariedade e Ação Social de Ramalde e em 1994 iniciou funções de Formadora na Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto em regime de prestação de serviços, situação que mantém na atualidade.

Desde 2002 até à atualidade exerce funções na ARS; IP – DICAD – Cri do Porto Ocidental, integrando a equipa de Prevenção.

Ana Paula Sousa

Ana Paula Sousa, Mestre

Licenciada em Psicologia (F.P.C.E.U.P.), Pós-graduada em “Manuais de Tratamento Comportamental e Cognitivo para Perturbações do Adulto” (UCAE), Mestre em Psicologia, área de especialização em Psicologia Escolar (IEC - UM); Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde pelo Min. Saúde e pela OPP; Especialização Avançada em Justiça pela OPP; formação em “Saúde Mental – Implementação de Respostas na Comunidade” pela ACSS/APDH. Anteriormente Psicóloga no Colégio Corpus Christi do Instituto de Reinserção Social; Psicóloga no Gabinete de Psicologia e Orientação Vocacional da E.B. 2/3 de Sobreira; Docente no Departamento de Psicologia da Universidade Lusíada do Porto, Psicóloga no Centro de Atendimento a Toxicodependentes Boavista/Matosinhos; Desde 2005, Psicóloga Clínica no Agrupamento de Centros de Saúde EDVI: Feira/ Arouca; Orientou estágios curriculares de Psicologia, estágios da Carreira de Psicologia Clínica (valência Cuidados de Saúde Primários) e de Psicologia Clínica da OPP; Membro da Direção da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Saúde Mental (SPESM).

Anabela Monteiro

Anabela Monteiro, Mestre

Especialista em Psicologia Clínica, com especialidade avançada em psicoterapia e em psicologia comunitária.

Licenciada em Psicologia pela Universidade do Porto e Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho.

Desde 1997 desenvolve trabalho na área clínica e comunitária com adultos e adolescentes, predominantemente no domínio do tratamento e da prevenção dos comportamentos aditivos e dependências e dos cuidados de saúde primários.

Atualmente e desde 2018 exerce funções como psicóloga clínica no Agrupamento de Centros de Saúde Porto Oriental da Administração Regional de Saúde do Norte.

João Teixeira de Sousa

João Teixeira de Sousa, Dr.

Psicólogo, especialista em Psicologia Clínica, com especialidade avançada em Psicoterapia, Sexologia e Psicologia da Justiça pela Ordem dos Psicólogos Portugueses. O seu trabalho é fundamentalmente desenvolvido no âmbito da Psicologia Clínica. Trabalha desde 2006 no atendimento psicoterapêutico a adolescentes, jovens, adultos e casais, tanto em contexto de clínica privada como institucionalmente; Psicólogo na ARS-NORTE, no Departamento dos Comportamentos Aditivos e Dependências, onde intervém fundamentalmente no âmbito do atendimento a adolescentes e famílias, em contexto de consulta Clínica; sócio didata da Sociedade Portuguesa de Psicodrama. Desde 2006 que, em contexto de clínica privada, integra várias equipas terapêuticas em grupos psicoterapêuticos que se realizam com uma periodicidade semanal. Neste âmbito, integra igualmente equipas psicoterapêuticas no tratamento a casais e a problemáticas do foro sexual. Institucionalmente é Diretor de vários grupos de Psicodrama com adolescentes e dirige um grupo de Sociodrama para pais. Dirigiu também grupos de Psicodrama com toxicodependentes em tratamento e com mulheres vítimas de violência. Foi assistente, em regime de voluntariado, da disciplina de Técnicas Ativas de Grupo no Instituto Superior de Serviço Social do Porto; Foi membro da Direção da Sociedade Portuguesa de Psicodrama, entre 2012-2014 e 2014-2016, e da Direção da Delegação Norte da Associação para o Planeamento Familiar (A.P.F.), nos triénios 2006-2009; 2009-2012 e 2012-2015.

Critérios de seleção

- Análise Curricular;

- Ordem de chegada das candidaturas (a candidatura só é válida após pagamento da inscrição);

- Entrevista (se necessário)

Observações

(1) A data limite poderá ser antecipada em caso de se verificar o preenchimento do limite de vagas existentes.
(2) Na eventualidade de não atingir o número mínimo de participantes, esta formação poderá sofrer alteração de datas ou mesmo ser cancelada, ficando salvaguardada a devolução de todas as importâncias recebidas pelo Instituto Português de Psicologia;
(3) Em caso de desistência só haverá lugar à devolução da candidatura quando a mesma for comunicada até 10 dias úteis antes da data agendada para o arranque da formação.
(4) Em períodos de campanha, haverá lugar à devolução dos valores investidos unicamente em situação de adiamento superior a 30 dias ou cancelamento da formação em que se tenha inscrito motivado pelo não atingimento do número mínimo de inscrições necessárias ao seu início;
(5) No caso de optar pelo pagamento fracionado das propinas, o mesmo deverá ser efetuado até ao dia 10 de cada mês, após início da formação;
(6) No caso de optar pelo pagamento na totalidade, o mesmo terá de ser efetuado nos 5 dias úteis após validação da inscrição;
(7) O local de formação poderá estar sujeito a alterações por indisponibilidade do mesmo, mantendo-se sempre na mesma cidade;
(8) Toda a informação contida em cada formação é válida, salvo anomalia técnica, informática ou erro gráfico.

Documentos obrigatórios

CV

Certificado de habilitações

Cartão de Cidadão (nos termos da Lei 32/2017)

Envio de comprovativo do pagamento da inscrição.

Inscrição

Subscreva a newsletter do INSPSIC: Construímos o Futuro Consigo.

Candidaturas e informações

Instituto Português de Psicologia | Escola de Formação Avançada
INSPSIC - Instituto Português de Psicologia, Lda
Departamento de Formação Pré e Pós-Universitária
Secretariado e Gabinete de Admissão de Alunos | Student Admissions Office
Rua de Camões Nº 219, 5º Piso
4000-145 Porto / Portugal
Tel./Fax. 220 934 050
Tlm. 91 019 60 02
E-mail:geral@inspsic.pt
URL:www.inspsic.pt

fechar

 

Nós ligamos

fechar