ESPECIALIZAÇÃO AVANÇADA PÓS-UNIVERSITÁRIA EM PSICOGERONTOLOGIA – INTERVENÇÃO CLÍNICA
- Advanced Professional Program -
Partilhar

ESPECIALIZAÇÃO AVANÇADA PÓS-UNIVERSITÁRIA EM PSICOGERONTOLOGIA – INTERVENÇÃO CLÍNICA

- Advanced Professional Program -

Acreditação

undefined

(68 Créditos)

undefinedInstituto reconhecido

undefined

Porto - 02 Mar. 2019 - Inscrições abertas

INSCRIÇÕES PIONEIRAS18% de Desconto nas propinas: PORTO até 16-01-2019

DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO: PORTO: 10-02-2019

ENSINO SUPERIOR

Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção do grau académico de mestrado ou de doutoramento, os estabelecimentos de ensino superior poderão após apreciação, creditar em ECTS (European Credits Transfer System) os cursos concluídos com aproveitamento, ministrados pelo INSPSIC (artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho).

Destinatários

Licenciados em Psicologia (Licenciatura pré-Bolonha); Licenciados em Psicologia com Mestrado concluído em Psicologia; Enfermeiros; Assistentes sociais; outros sujeitos a análise curricular.

A creditação da Ordem dos Psicólogos Portuguese destina-se exclusivamente aos psicólogos.

Descrição

Coordenação Científica:

Margarida Sobral

Professora Doutora Margarida Sobral

Licenciada em Psicologia, pela FPCE-UP; Mestre em Psicologia, pela FPCE-UC; Doutorada em Gerontologia e Geriatria, pelo ICBAS-UP; Exerce funções como Psicóloga Clínica no Serviço de Psicogeriatria do Hospital de Magalhães Lemos no Porto.

 

Coordenação Pedagógica:

Dr. José Pinto Gouveia

Director e Coordenador Pedagógico do Instituto Português de Psicologia. Psicólogo.

 

Ensino superior:

Tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção do grau académico de mestrado ou de doutoramento, os estabelecimentos de ensino superior poderão após apreciação, creditar em ECTS (European Credits Transfer System) os cursos concluídos com aproveitamento, ministrados pelo INSPSIC (artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho).

 

Objetivos gerais:

Aprofundar temáticas relevantes no âmbito da Psicogerontologia Clínica numa perspetiva aplicada.

 

Objetivos específicos:

- Promover nos profissionais medidas de ação para ajudar as pessoas mais velhas a manter uma vida saudável, ativa, participativa, em segurança e com realização plena.

- Dotar os profissionais de conhecimentos, que permitam melhorar a saúde das pessoas em idade avançada, desde a avaliação diagnóstica à intervenção, com destaque para o tratamento multissectorial, baseada na evidência e eficácia dos diversos métodos terapêuticos e técnicas disponíveis na atualidade.

- Sensibilizar os profissionais para as questões éticas relacionadas com saúde, bem-estar desenvolvimento do vínculo intergeracional, respeito pelas diferenças de género e pelos contextos e influências culturais.

- Adquirir conhecimentos de uma metodologia transdisciplinar, centrada nas pessoas mais velhas e comunidade, sendo esta o principal cenário para as intervenções.

 

Competências a desenvolver:

- Competências na diferenciação entre o envelhecimento saudável e patológico.

- Competências na prevenção das doenças e promoção da saúde.

- Competências de avaliação clínica, diagnóstico e tratamento das principais psicopatologias e síndromes geriátricos.

- Competências em terapias específicas de intervenção/tratamento.

 

Metodologia de ensino:

A formação será organizada numa perspectiva teórico-prática, com recurso a suporte audio-visual e participação ativa do aluno em todas as atividades propostas. Versará a apresentação e discussão de temas específicos da problemática das famílias, bem como a discussão de casos práticos.

 

Critérios de avaliação:

Trabalho final - Estudo de caso da prática clínica do formando ou trabalho sobre tema relacionado com um dos módulos da Especialização Avançada Pós-Universitária apresentado sob a forma de artigo.

 

Para a conclusão do curso com aproveitamento, os formandos deverão ter uma assiduidade mínima de 75%

Plano Curricular

Módulo 1

Envelhecimento da população em Portugal e no Mundo. Desenvolvimento cognitivo no envelhecimento.

- Mitos sobre o envelhecimento.

- Envelhecimento da população em Portugal e no Mundo.

- Envelhecimento cognitivo.

- Reserva cerebral, cognitiva e plasticidade neuronal.

- Variáveis de Reserva Cognitiva.

- Alterações cognitivas no envelhecimento saudável.

- Comunicação com as pessoas em idade avançada.

 

Módulo 2

Alterações biológicas associadas ao envelhecer.

- Fisiologia do envelhecimento. Alterações funcionais e estruturais dos órgãos e sistemas.

- Consequências clínicas das alterações fisiológicas associadas com o envelhecimento.

- Das doenças "tradicionais” às síndromes geriátricos.

- Avaliação em geriatria clínica e funcional.

- Grupos de risco e causas de fragilidade ou de alto risco. Discussão de casos clínicos.

 

Módulo 3

Envelhecimento ativo e vida independente. Intervenções centradas no envelhecer saudável.

- Abordagem Positiva do Envelhecimento.

- Promoção do Envelhecimento Ativo.

- Satisfação e Qualidade de Vida.

- Questões sobre a Felicidade e o contributo da Psicologia Positiva.

 

Módulo 4

Muito idosos e centenários: adaptações à longevidade

- Análise das tendências demográficas associadas ao aumento da longevidade (a representatividade dos muito idosos e dos centenários, dificuldades no dia-a-dia e tipo de cuidado formal recebido);

- Apresentação do estudo das Blue Zones e visionamento da reportagem da National Geographic “The secrets of long life”.

- Apresentação do PT100 – Estudo de Centenários do Porto e visionamento da reportagem especial da RTP1 “Renascer aos 100”;.

- Análise dos principais resultados relativos às características de saúde, funcionamento cognitivo, funcionamento social e bem-estar subjetivo dos centenários.

- Análise da aplicabilidade dos modelos de envelhecimento bem sucedido da literatura gerontológica aos muito velhos.

 

Módulo 5

Alimentação e nutrição em gerontologia.

- Alterações fisiológicas caraterísticas no processo de envelhecimento.

- Noções básicas sobre alimentação e nutrição na pessoa idosa.

- Métodos de avaliação do estado nutricional na pessoa idosa.

- Métodos de avaliação da ingestão alimentar na pessoa idosa.

- Desnutrição e implicações na função cognitiva e capacidade funcional.

- Necessidades energéticas diárias e em micronutrientes.

- Elaboração de plano alimentar.

 

Módulo 6

A importância dos afetos, da intimidade e da sexualidade

- Resposta sexual humana (pós menopausa e pós “andropausa”).

- Mudanças sexuais e vida sexual ativa no envelhecimento.

- Envelhecimento emocional.

- Determinantes socio culturais.

- Menopausa.

- Estudo de caso.

-“Andropausa”.

-Testemunhos.

- Pistas de avaliação.

- Estratégias comunicacionais.

- Estratégias de intervenção.

 

Módulo 7

A ética, a vida e o envelhecimento.

- Evolução histórica.

- Modelos éticos.

- Deveres e direitos.

- Os grandes princípios: autonomia, beneficência, não maleficência, justiça.

- Confidencialidade e seus limites.

- Consentimento informado.

- Intervenções coercivas e seus requisitos.

- O doente com défice cognitivo e os problemas éticos emergentes.

- Autonomia e privacidade.

- Limitação de cuidados: tratamentos injustificados e cuidados paliativos.

 

Módulo 8

Avaliação psicológica e neuropsicológica em pessoas em idade avançada.

- Fatores que interferem na Avaliação Psicológica e Neuropsicológica.

- Exploração neuropsicológica breve para despiste de declínio cognitivo.

- Exploração psicológica e neuropsicológica geral e específica.

- Baterias neuropsicológicas específicas das demências; Escalas de avaliação da severidade nas demências. Avaliação do humor; Avaliação das alterações psicológicas e comportamentais na demência.

 

Módulo 9

Psicopatologias mais frequentes no envelhecimento I: Ansiedade, Depressão e Luto.

- Psicopatologia da Ansiedade e Depressões: semiologia, correlações bioquímicas, síndromes depressivos.

- Epidemiologia, diagnóstico, etiologia, prognóstico e princípios de intervenção no suicídio no idoso.

- Fármacos antidepressivos.

- Instrumento de avaliação clínica do risco suicida: TASR.

- Avaliação prática de risco suicida: casos clínicos

- Avaliação prática dos Síndromes Depressivos: GDS e Escala Cornell.

- Casos clínicos.

 

Módulo 10

Psicopatologias mais frequentes no envelhecimento II: Psicoses tardias.

- Sintomas psicológicos e neurocomportamentais das Demências

- Conceito de psicose

- Etiopatogenia

- Psicoses tardias: espécies, diagnóstico, evolução.

- Princípios de intervenção terapêutica.

-Inventário Neuropsiquiátrico: estudo do instrumento.

- Casos clínicos.

 

Módulo 11

Psicopatologias mais frequentes no envelhecimento III: Défice Cognitivo ligeiro e Demências.

- Défice Cognitivo ligeiro

- Enquadramento geral acerca das perturbações neurocognitivas.

- Doença de Alzheimer e outras perturbações neurocognitivas (Demência Vascular, Demência Fronto-Temporal, Demência com Corpos de Lewy).

- Marcadores de doença, investigação e novos conceitos na definição da Doença de Alzheimer.

- Estudo clínico básico e avançado. A investigação laboratorial e imagiológica nas perturbações neurocognitivas .

- Tratamento nas perturbações neurocognitivas.

- Casos clínicos. Discussão interativa da abordagem diagnóstica e terapêutica.

 

Módulo 12

Questões jurídicas em pessoas em idade avançada.

- As pessoas em idade avançada no ordenamento jurídico português (definição e direitos).

- Enquadramento jurídico da proteção social das pessoas em idade avançada.

- A representação voluntária das pessoas em idade avançada.

- A interdição das pessoas em idade avançada.

- O testamento vital, o procurador de cuidados de saúde e o Registo Nacional do Testamento Vital.

- Casos práticos.

 

Módulo 13

Distress psicológico e ansiedade. Avaliação e intervenção.

- Perturbações da ansiedade: considerações gerais e atualização clínica (DSM-IV-TR vs. DSM-5).

- Epidemiologia e clínica da ansiedade no adulto idoso: (i) prevalências, (ii) manifestação (sub)clínica, (iii) especificidades, (iv) comorbilidades, (v) fatores de risco e de vulnerabilidade, (vi) condições com sintomatologia ansiosa proeminente (e.g. FOF, preocupações hipocondríacas, adaptação a stressores psicossociais comuns no envelhecimento).

- Avaliação, diagnóstico (instrumentos e critérios clínicos) e modalidades de intervenção.

 

Módulo 14

Cuidados à pessoa dependente em idade avançada.

- Apoio nas atividades de vida diária

- Transferências e mobilizações

- Alimentação e Ambiente.

- Medicação e Úlceras de decúbito.

- Quedas e Contenções.

- Como lidar com problemas de saúde: dor, desidratação, problemas de visão e audição, Infeções.

 

Módulo 15

Movimento, dança, arte e envelhecimento.

- O corpo e sua razão de existir.

- O espaço: as direções e possibilidades de atuação “reconhecendo o espaço”.

- O tempo: o ritmo, a pausa e a velocidade “percebendo o pulsar”.

- A fluência do movimento.

- O corpo interage com outro e relaciona-se, “eu danço com outro/a e descubro-o comigo”.

- O corpo e os objetos.

- A comunicação através da dança e da arte, explorando a capacidade de gerar movimento, de sentir, interagir e de sensibilizar.

 

Módulo 16

Planeamento e implementação de intervenções I. Terapias expressivas em pessoas em idade avançada e/ou com demência.

- Definição de Terapias Expressivas vs Arte-terapia.

- Mediadores artísticos.

- Prática vivencial.

- Programas desenvolvidos.

 

Módulo 17

Planeamento e implementação de intervenções II. Musicoterapia.

- A Musicoterapia – definição.

- A Musicoterapia em Portugal e a formação do Musicoterapeuta.

- Áreas De Intervenção em Musicoterapia.

- Técnicas Musicais.

- Especificidade da Musicoterapia com Idosos: Musicoterapia no Envelhecimento não patológico; Musicoterapia na área das Demências.

- Resumo das principais ideias sobre a Musicoterapia enquanto intervenção complementar na Psicogerontologia.

 

Módulo 18

Intervenções psicoterapêuticas em pessoas em idade avançada I; Mindfulness e envelhecimento.

- O modelo do ciclo de Vida.

- Tipos de intervenção para reduzir, prevenir e mudar a perceção de stress.

- Do relaxamento ao Mindfulness – aspetos teóricos e práticos.

 

Módulo 19

Intervenções psicoterapêuticas em pessoas em idade avançada II; Psicoterapia Interpessoal e envelhecimento.

- Modelo de intervenção pluralista baseado no presente.

- Estrutura da Terapia Interpessoal.

- Conceitos associados: Vinculação, Comunicação e Apoio Social.

- Formulação Clínica Interpessoal.

- Eficácia e intervenção no idoso.

- Um modelo baseado na evidência.

 

Módulo 20

Intervenções psicoterapêuticas em pessoas em idade avançada III Psicoterapia cognitiva comportamental nos idosos, uma opção eficaz de tratamento

- Depressão Geriátrica, comorbilidades, avaliação e intervenção psicológica.

- Dor crónica em adultos maiores institucionalizados, a importância da avaliação e validação.

- Psicose na idade maior – avaliação, psicoeducação e intervenção.

- Depressão pós acidente vascular cerebral – avaliação e intervenção psicológica.

- O suicídio na idade maior – como avaliar e intervir.

- Insónia na idade maior – como avaliar e intervir.

 

Módulo 21

Intervenções no cuidadores formais e Informais de pessoas dependentes e/ou com demência.

- Definição de Cuidados Formais e Informais.

- Impacto da prestação de cuidados no cuidador informal.

- Principais necessidades dos cuidadores informais.

- Instrumentos de avaliação do cuidador.

- Sobrecarga relativa à prestação de cuidados a pessoas com demência.

- Intervenções específicas dirigidas aos cuidadores: Grupos psicoeducativos, Grupos de suporte, Grupos de Ajuda Mútua (dinamização de GAM).

Corpo Docente

Margarida Sobral

Professora Doutora Margarida Sobral

Licenciada em Psicologia, pela FPCE-UP; Mestre em Psicologia, pela FPCE-UC; Doutorada em Gerontologia e Geriatria, pelo ICBAS-UP; Exerce funções como Psicóloga Clínica no Serviço de Psicogeriatria do Hospital de Magalhães Lemos no Porto.

Maria João Azevedo

----

Professora Doutora Lia Araújo

Nota curricular brevemente disponível

Odete Vicente de Sousa

---

Sílvia Ribeiro

Professor Doutor João Barreto - UC-B / HML

Doutor em Medicina (Psiquiatria) pela Universidade do Porto. Foi, até à sua aposentação em 14/ 5/ 2007, Professor Associado de Psiquiatria, na Faculdade de Medicina do Porto, onde também leccionou Psicologia Médica. Foi, até à mesma data, Chefe de Serviço de Psiquiatria no Hospital de S. João, Porto, onde chefiou o Hospital de Dia e criou a consulta de Psiquiatria Geriátrica. Presentemente lecciona na Fac. de Ciências Sociais da Universidade Católica, em Braga, no Mestrado de Gerontologia Social; e na Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti, Porto, no Mestrado em Intervenção Comunitária. Tem-se dedicado especialmente à Psiquiatria Geriátrica e também à Ética Médica, nas áreas da clínica, do ensino, da pesquisa e da difusão cultural. Presidiu à Associação Portuguesa de Gerontopsiquiatria, de que foi um dos fundadores. Foi também um dos fundadores do Grupo de Estudos de Envelhecimento Cerebral e Demências. Presidiu à Comissão Científica da Associação Alzheimer Portugal. Foi consultor da Direcção Geral de Saúde na elaboração do Plano de Saúde Mental para a população idosa. Neste momento é o presidente da Comissão de Ética Médica do Hospital de Magalhães Lemos.

Mestre João Luís Freitas - HML

Licenciado em Medicina no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto; Consultor de Psiquiatria; Assistente Hospitalar Graduado no Serviço de Psicogeriatria do Hospital Magalhães Lemos; Mestre em Psiquiatria e Saúde Mental pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto; Entre 1996 e 2002, exerceu funções docentes nas cadeiras de Psicopatologia da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da U.P. e no Instituto Superior de Ciências da Saúde – Norte; Iniciou a sua carreira no âmbito da Psiquiatria Consiliar / Ligação, em particular na intervenção ao nível dos Centros de Saúde / Medicina Familiar; A partir de 2001 dedica-se à Psicogeriatria e em particular ao estudo da Depressão no idoso, à psicopatologia clínica das demências e aos aspectos médico-legais das mesmas; Membro do Conselho Redactorial da Revista de Psiquiatria Consiliar / Ligação do Grupo Português de Psiquiatria Consiliar / Ligação e Psicossomática; Orienta o Seminário Permanente de Psicopatologia no âmbito do Internato Médico do Hospital Magalhães Lemos.

Ana Paula Rolland Sobral

Entregou tese de Doutoramento em Direito na Faculdade de Direito da Universidade do Porto e aguarda marcação da defesa pública.

Mestrado em Direito em 2010 pela Faculdade de Direito da Universidade do Porto.

Licenciatura em Direito em 1991.

Advogada com o n.º 4785p.

Professor Doutor Óscar Ribeiro - UA/ISSSP

Doutorado em Ciências Biomédicas pela Universidade do Porto (ICBAS-UP); Pós-graduado em Gerontologia (EuMaG – Vrije Universiteit Amsterdam; Psicólogo pela Universidade do Minho (pré-especialização em Psicologia Clínica e da Saúde); docente na Universidade de Aveiro (Psicologia e Escola Superior de Saúde) e no Instituto Superior de Serviço Social do Porto (mestrado Gerontologia Social; Investigador na Unidade de Investigação e Formação sobre Adultos e Idosos (UNIFAI/ICBAS-UP) e colaborador Internacional no Aging Mind Initiative (Univesity of Queensland).

Fátima Maria Oliveira Dias Durães

Fátima Maria Oliveira Dias Durães

Nasceu a 18/04/1966, enfermeira especialista em Saúde Mental e Psiquiatria de profissão, a exercer funções há 25 anos e 7 meses.
No ano de 1992, termina a Licenciatura de Enfermagem na Escola Superior de Enfermagem de São João, com media de 15 valores.
Em 1998 termina a Especialidade de Saúde Mental e Psiquiatria na Escola Superior de D. Ana Guedes, com media de 17 Valores.
Em Julho de 1992, inicia funções como enfermeira no Serviço de Cirurgia do Hospital Distrital de Matosinhos, onde permaneceu até Maio de 1994.
Em Agosto do mesmo ano também inicia funções como Enfermeira no Hospital de Magalhães lemos, no Serviço de Internamento de Psiquiatria do pavilhão Póvoa /Vila do Conde Mulheres. Em Setembro de 1995 até 1998 integra a equipa de Enfermagem Psiquiátrica que prestava cuidados no Serviço de Urgência do Hospital Geral de Santo António.
Em Outubro de 1998 até á presente data, integra a equipa multidisciplinar do Serviço de Psicogeriatria- doentes portadores de demências. Abrangendo as 3 vertentes de saúde, internamento completo, internamento parcial e comunitário- visitas domiciliárias. Desde 2012 integra como responsável do programa de visitas domiciliárias da equipa II.

Jorge Levi

---

Mestre Humbertina Maia - HML

Licenciada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto; Mestre em Psicologia da Saúde pela Universidade do Minho; Terapeuta Familiar pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar; Especialista em Psicologia Clínica da Carreira dos Técnicos Superiores de Saúde; Formação em Arte-terapia; psicóloga em instituição vocacionada para o apoio a pessoas com deficiência de 1992 a 2003; Psicóloga Clínica no Hospital de Magalhães Lemos de 2004 até à atualidade; a exercer funções no Serviço de Psicogeriatria tendo desenvolvido vários programas de Terapias Expressivas destinados a pessoas com demência.

Mestre Maria Gabriela Nicolau - AP

Mestre Maria Nicolau (AP). Mestrado em Musicoterapia pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Lusíada de Lisboa; Exerce a prática clínica como musicoterapeuta desde 2006. Atualmente é Musicoterapeuta no Lar Residencial e Centro de Dia da Casa do Alecrim pertencente à Associação Alzheimer Portugal, onde dinamiza também o projeto inter-geracional entre Pessoas com Demência e crianças da infantil da escola nº 1 das Areias, Estoril; Musicoterapeuta nas Casas da Cidade e no Clube de Repouso Casa dos Leões, ambas residências séniores, numa intervenção com grupos de idosos com envelhecimento primário.
Membro da Associação Portuguesa de Musicoterapia. Alguns trabalhos apresentados: Nicolau, M. & Kimura, H. (2011) “Music Therapy with Well-Elderly in Portugal and Japan: 2 case studies”, apresentação no Congresso Internacional de Musicoterapia, em Seul, Coreia do Sul, em 7 de Julho; “Musicoterapia e Actividade Intergeracional entre Crianças e Pessoas com Demência” apresentado nos Vl Encontros de Musicoterapia, 2011, na Universidade Lusíada de Lisboa;“Music Therapy and Psychological Well-Being of the Institucionalized Well-Elderly” apresentado no VIII Congresso Europeu de Musicoterapia, em Cádiz, em Maio de 2010; “O papel da Musicoterapia nos doentes de Alzheimer” apresentado no Seminário “Situação Social: Doentes de Alzheimer” promovido pela Associação de Intervenção Comunitária de Vendas Novas, em 2010; “Musicoterapia e Idosos em Setting Residencial” apresentado nos seminários promovidos pela Associação Portuguesa de Musicoterapia, em 2010; “Musicoterapia e Bem-Estar de Idosos em Contexto Institucional” comunicação livre apresentada no 5º Congresso da Associação Portuguesa de Psicogerontologia, em 2009;
8º grau do instrumento piano pela Academia de Amadores de Música; História da Música e Técnicas de Composição pela Academia de Amadores de Música; Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Autónoma de Lisboa; 1º Curso de Formação Profissional de Cuidados Paliativos para Voluntários.

Cátia Oliveira

Cátia Oliveira - FPCEUP

Psicóloga Clínica e Terapeuta Sexual creditada pela Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica. Doutorada em Psicologia Clínica (especialização em Sexologia) pela Universidade de Aveiro. Pós-doutoranda na Universidade do Porto, com investigação na área da Sexualidade Feminina, Terapia Sexual e Mindfulness. Investigadora da Unidade Laboratorial de Investigação em Sexualidade Humana (SexLab) e membro Integrado Centro de Psicologia da Universidade do Porto. Tem experiência docente e formativa na área da Sexologia Clínica, Psicologia Clínica e Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais de 3ª Geração. Participação como palestrante em diferentes eventos científicos nacionais e internacionais.

Ivandro Soares Monteiro

Professor Doutor Ivandro Soares Monteiro - ISMAI

Psicólogo Clínico desde 2000. Psicoterapeuta Interpessoal de formação completa (nível E), sendo Supervisor e Formador Certificado, reconhecida pelo Interpersonal Psychotherapy Institute (IPI) e recomendada pela International Society for Interpersonal Psychotherapy (ISIPT). Especialista reconhecido em “Psicologia Clínica” e “Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações” pela Ordem dos Psicólogos Portugueses. Psychological Coach (membro efectivo da International Society for Psychological Coaching) e Consultor do comportamento junto de empresários e profissionais liberais, com uma experiência de prática privada, englobando a psicologia clínica por excelência. Experiência internacional de 3 anos como Consultor internacional, Clinical Rater e Expert Trainer na indústria farmacêutica (EUA). Experiência com quase duas décadas como professor universitário no ensino superior (privado no Ismai em Psicologia, e Público no ICBAS – Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Mestrado em Medicina Legal). Doutorado em Psicologia Clínica (Univ. Minho), com Certificate of Achievement da University of Memphis (EUA) e Mestre em Ciências Cognitivas (Univ. Minho). Pós-Graduação em Gestão (IPAM Instituto Português de Administração e Marketing/ ANJE Associação Nacional de Jovens Empresários). Fundador e Director da Clínica EME Saúde (2011) e do Instituto ORASI (2006), cujas empresas se fundiram em 2016. Fundador da Academia de Psicoterapia Interpessoal (2017). Autor de livros e artigos científicos, entre os quais “Depressão: por que é que uns deprimem e outros não” (Climepsi). Mais informações em www.ivandrosoaresmonteiro.com

Dra. Ana Santos Costa - UCP / SCMVNG

licenciada em Psicologia pela Universidade do Minho (pré-especialização em Clínica e Saúde), pós-graduada em Neuropsicologia e Demências pela Universidade de Barcelona. Exerce funções enquanto docente na Universidade Católica do Porto onde lecciona a disciplina de Psicogerontologia ao Mestrado de Psicologia. É psicóloga clínica responsável pelo Serviço de Psicologia Geriátrica e Gerontológica, na Santa Casa da Misericórdia de Gaia.

Calendarização e localização

Porto

02 e 30 de Março de 2019;

13 de Abril de 2019;

11 e 25 de Maio de 2019;

08 e 29 de Junho de 2019;

13 e 27 de Julho de 2019;

07 e 21 de Setembro de 2019;

12 e 26 de Outubro de 2019;

16 e 30 de Novembro de 2019;

14 de Dezembro de 2019;

11 de Janeiro de 2020.

 

Instituto Português de Psicologia e Outras Ciências

Rua de Camões 219, 5º Piso

4000-145 Porto, Portugal

 

Número de Vagas: limitadas.

Duração: 136 h

Horário: Sábados – 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Investimento

Inscrição:

150.00 €

Propina:

1,390.00 €

Seguro escolar:

20.00 €

Condições de pagamento

Pronto pagamento - 12% desconto

Normal
1,223.20 €
(Ex) Alunos do INSPSIC (15% desconto)
1,181.50 €

12 mensalidades

Normal
115.80 €
(Ex) Alunos do INSPSIC (10% desconto)
104.30 €

(1) Pronto pagamento beneficia de 12% de desconto nas propinas. Desconto aplicável na condição de ser efectivada a liquidação total do investimento nos 5 dias úteis pós validação da inscrição.

(2) Alunos e ex-alunos do INSPSIC beneficiam de 15% desconto na propina (opção pronto pagamento) ou 10% de desconto na opção pagamento fraccionado em mensalidades.

(3) Estudantes externos e temporariamente inativos beneficiam de 12% na opção pronto pagamento e também na opção pagamento fracionado em mensalidades.

(4) TRAGA UM AMIGO / 5% desconto por cada amigo até ao limite do pagamento integral da formação. Opção acumulável com outros descontos em vigor.

- INSCRIÇÕES PIONEIRAS: 18% desconto nas propinas se realizadas até 45 dias antes da data inicial da formação.

Nenhum desconto, cartão ou campanha é acumulável entre si, excepto Com a opção "TRAGA UM AMIGO".

O Curso com “preço especial” é cumulativo apenas com a opção "TRAGA UM AMIGO".

Seguro Escolar: 20 euros. Este valor deverá ser regularizado conjuntamente com a 1ª propina ou com o pronto pagamento.

Seguro Escolar: 8 euros. Este valor deverá ser regularizado conjuntamente com a 1ª propina ou com o pronto pagamento dos cursos com duração inferior a 24 horas.

Pagamento por transferência para o IBAN: PT50 0033 0000 4541 1532 8050 5

SWIFT/BIC: BCOMPTPL

Critérios de seleção

- Análise Curricular;

- Ordem de chegada das candidaturas (a candidatura só é válida após pagamento da inscrição);

- Entrevista (se necessário)

Observações

(1) A data limite poderá ser antecipada em caso de se verificar o preenchimento do limite de vagas existentes.
(2) Na eventualidade de não atingir o número mínimo de participantes, esta formação poderá sofrer alteração de datas ou mesmo ser cancelada, ficando salvaguardada a devolução de todas as importâncias recebidas pelo Instituto Português de Psicologia;
(3) Em caso de desistência só haverá lugar à devolução da candidatura quando a mesma for comunicada até 10 dias úteis antes da data agendada para o arranque da formação.
(4) Em períodos de campanha, haverá lugar à devolução dos valores investidos unicamente em situação de adiamento superior a 30 dias ou cancelamento da formação em que se tenha inscrito motivado pelo não atingimento do número mínimo de inscrições necessárias ao seu início;
(5) No caso de optar pelo pagamento fracionado das propinas, o mesmo deverá ser efetuado até ao dia 10 de cada mês, após início da formação;
(6) No caso de optar pelo pagamento na totalidade, o mesmo terá de ser efetuado nos 5 dias úteis após validação da inscrição;
(7) O local de formação poderá estar sujeito a alterações por indisponibilidade do mesmo, mantendo-se sempre na mesma cidade;
(8) Toda a informação contida em cada formação é válida, salvo anomalia técnica, informática ou erro gráfico.

Documentos obrigatórios

CV;

Certificado de habilitações;

NIF (Número de Identificação Fiscal);

Envio de comprovativo do pagamento da inscrição.

Inscrição

Subscreva a newsletter do INSPSIC: Construímos o Futuro Consigo.

Candidaturas e informações

Instituto Português de Psicologia | Escola de Formação Avançada
Departamento de Formação Pré e Pós-Universitária
Secretariado e Gabinete de Admissão de Alunos | Student Admissions Office
Rua de Camões Nº 219, 5º Piso
4000-145 Porto / Portugal
Tel./Fax. 220 934 050
Tlm. 91 019 60 02
E-mail:geral@inspsic.pt
URL:www.inspsic.pt

fechar

 

Nós ligamos

fechar